JMR’17: Mutualistas discutiram Compromisso de Cooperação para o Setor Social em Coimbra

IMG 6097

Foi em ambiente de fraternidade Mutualista que as Associações Mutualistas de todo o país marcaram presença nas Jornadas Mutualistas Regionais, que tiveram lugar na Casa da Mutualidade – Galeria de Arte e Centro de Mutualismo, em Coimbra, no dia 26 de maio. Este encontro Mutualista trouxe a discussão o Compromisso de Cooperação para o Setor Social, referente ao biénio 2017-18, recentemente assinado com o governo, numa sessão de esclarecimento que se provou bastante produtiva e participada.

A iniciativa, que iniciou por volta das 9h30 e que se prolongou por toda a manhã, teve como objetivo esclarecer os Mutualistas sobre as novidades do Compromisso de Cooperação, bem como sublinhar as oportunidades que daí advêm para as Associações Mutualistas. Luís Alberto Silva, presidente do Conselho de Administração da UMP, referiu à margem da iniciativa que “é fundamental que as Associações Mutualistas sejam conhecedoras dos trâmites do acordo que o governo assinou com os representantes do Setor Social português, de modo a que todos estejam na posse de ferramentas que serão uma indiscutível mais-valia para os dois anos a que se reporta este Compromisso. Sentimos ser oportuno consciencializar e esclarecer as Associações sobre os trâmites deste Protocolo de Cooperação, uma vez que o mesmo engloba matéria de inegável importância e interesse na ótica da ação social e, obviamente, do Mutualismo”.

Tal como as três edições das Jornadas Mutualistas realizadas em 2016, o balanço da primeira edição de 2017 voltou a ser extremamente positivo. Estes encontros têm percorrido todo o país e procuram descentralizar a ação da União das Mutualidades Portuguesas, tendo em perspetiva ações de informação orientadas para as Associações Mutualistas e para os seus profissionais e procurando dar voz às inquietações e aspirações do Movimento Mutualista, bem como aproximar o Mutualismo das populações.

“Estas iniciativas pretendem reforçar o Movimento Mutualista, unindo Associações de norte a sul do país em torno daquelas que são as grandes questões inerente ao Movimento, para que este se torne cada vez esclarecido, mais forte e mais unido. A UMP tem procurado ir ao encontro das Associações Mutualistas, perceber os seus anseios e responder com informação válida, completa e atualizada sobre diversas questões que influenciam o dia-a-dia das mesmas”, explicou Luís Alberto Silva.