UMP inicia cooperação com o ministério do Emprego e dos Assuntos Sociais são-tomense

IMG 7707 edited                                          Legenda: Assinatura do Protocolo de Cooperação com Emílio Lima, ministro do Emprego e dos Assuntos Sociais

Legenda: Luís Alberto Silva reuniu com o presidente
da Assembleia Nacional, José da Graça Diogo

Presidente da Assembleia Nacional edited

A União das Mutualidades Portuguesas (UMP) deu mais um passo marcante no âmbito da internacionalização, tendo concluído o processo protocolar com a assinatura de um protocolo de cooperação com o Ministério do Emprego e dos Assuntos Sociais de São Tomé e Príncipe, da responsabilidade do ministro Emílio Lima, no dia 31 de maio.

“A assinatura deste protocolo de cooperação é marcante, mas importa agora que a UMP e o Ministério dos Assuntos Sociais e Emprego, a médio prazo, trabalhem conjuntamente, de modo a que  rapidamente consigamos melhorar as condições de vida dos são-tomenses, com especial enfoque no âmbito social e na criação de emprego. Para a UMP é uma honra e motivo de enorme orgulho celebrar este protocolo de cooperação. Somos gratos pela confiança depositada em nós como parceiro ativo do governo são-tomense. Estamos certos que a nossa experiência e conhecimentos serão uma inegável mais-valia e resultarão em melhorias concretas na vida dos são-tomenses. Viemos para este belíssimo arquipélago convictos de que podemos dar um suporte efetivo ao governo e queremos agora rapidamente começar a apresentar soluções para os problemas e constrangimentos mais prementes que aqui se verificam”, referiu Luís Alberto Silva, após a assinatura do protocolo.

IMG 7678 edited

O presidente do Conselho de Administração da UMP, Luís Alberto Silva, tem também aproveitado esta semana em S. Tomé para reunir com os diversos ministros, por forma a apresentar respostas para os constrangimentos e problemas existentes em S. Tomé e, desse modo, apurar de que forma a UMP poderá atuar para aligeirar ou mesmo para suprimir algumas das dificuldades sentidas pelas populações, nas diferentes áreas da sua vida. Luís Alberto Silva tem focado questões relativas aos domínios da Segurança Social, da Saúde, da Família, da Educação, do Emprego, entre outras matérias em que a UMP poderá atuar numa lógica de complementaridade com o governo local. Por isso mesmo, durante a semana em S. Tomé e Príncipe, Luís Alberto Silva reúne com os diferentes ministros como o da Defesa; da Presidência Nacional; da Agricultura e Desenvolvimento Rural; da Presidência do Conselho de Ministros e Assuntos Parlamentares; da Justiça, Administração Pública e Direitos Humanos e o da Saúde. Noutro âmbito, Luís Alberto Silva reúne também com a Organização Internacional do Trabalho e com o Reitor da Universidade de São Tomé e, como não poderia deixar de ser, o presidente do CA da UMP não perderá a oportunidade para se encontrar com Presidente da República são-tomense, Manuel Pinto da Costa, e com Patrice Emery Trovoada, Primeiro-Ministro são-tomense, aproveitando as reuniões para endereçar, pessoalmente, convites com vista à participação no XII Congresso Nacional do Mutualismo e nas comemorações do Dia Nacional do Mutualismo. De referir que o Primeiro-Ministro de S. Tomé será condecorado, nesse mesmo evento, com o Prémio Mutualismo e Solidariedade Internacional.

IMG 7675 mini

Esta visita procede uma primeira viagem institucional a São Tomé, que decorreu de 6 a 9 de dezembro de 2016, e faz parte do projeto de internacionalização da UMP, orientado para os países da CPLP, que pretende definir estratégias conjuntas de cooperação, com o objetivo de tornar o Movimento Mutualista reconhecido como uma solução comum, sobretudo, na esfera da proteção social e da saúde.