A Chama Mutualista continua a iluminar o país

Ft 1Chama2edicao

 

De Beja à Póvoa de Varzim. A Chama Mutualista é uma iniciativa que vai já na sua segunda edição e que pretende simbolizar a força e vitalidade do Movimento Mutualista, um modelo com mais de sete séculos de história em Portugal mas que continua vigoroso e jovem.

Criada pela União das Mutualidades Portuguesas (UMP), a Chama percorre o país num roteiro que ‘ilumina’ (literal e metaforicamente) as diferentes atividades e respostas das Associações participantes, além de fomentar a interação e partilha de experiências entre as instituições do percurso.

No passado dia 8 de julho (Dia Nacional do Mutualismo), por altura do XII Congresso Nacional do Mutualismo, realizado na Alfândega do Porto, o presidente do Conselho de Administração da UMP, Luís Alberto Silva, entregou a Chama Mutualista à Associação de Socorros Mútuos dos Artistas Bejenses, num ato pleno de simbolismo pois esta instituição deriva historicamente da primeira Associação Mutualista fundada em Portugal, há precisamente 720 anos. Foi em 1297 que a então denominada Confraria dos Homens Bons de Beja foi outorgada através de carta selada do rei D. Diniz, como era habitual na época, iniciando um legado histórico, ideológico e cultural que o Movimento Mutualista ainda prossegue em pleno século XXI.

A Chama Mutualista foi agora entregue pela Associação de Socorros Mútuos dos Artistas Bejenses à sua congénere da Póvoa de Varzim, “A Familiar” - Associação de Socorros Mútuos da Póvoa de Varzim, que albergará este símbolo do Mutualismo até o entregar à próxima instituição. Todas as informações e imagens da iniciativa podem ser consultadas em chamamutualista.mutualismo.pt.