Do Alentejo ao Algarve: O roteiro de luz da Chama Mutualista

CHAMA ASM FARO

Simbolizando, através da luz, a vitalidade e a coesão do Movimento Mutualista português, a Chama Mutualista prossegue o seu roteiro de luz pelas Associações Mutualistas do país. Depois de ter viajado desde Sesimbra até ao coração do Alentejo e ao Legado do Caixeiro Alentejano, a Chama Mutualista foi depois entregue pela instituição de Évora à sua congénere da Associação de Socorros Mútuos "Protectora dos Artistas" de Faro (imagem em cima).

O símbolo criado pela União das Mutualidades Portuguesas manteve-se depois na região do Algarve e foi entregue pela ASM "Protectora dos Artistas" de Faro ao Monte-pio Artístico Tavirense (imagem em baixo), que celebrou esta quarta-feira (dia 20 de dezembro) 160 anos de história mutualista, numa cerimónia realizada no Hotel Vila Galé, em Tavira.

A Chama Mutualista, inicialmente acesa em outubro de 2016, vai já na sua segunda edição e continua a fomentar o contacto entre Associações Mutualistas de diferentes pontos do país.

25635140 10215344757038946 1222038009 o