A Beneficência Familiar comemorou 141.º aniversário e fez a ponte entre passado e futuro

IMG 4574

 

São mais de 14 décadas de atividade mutualista. A Beneficência Familiar - ASM do Porto encerrou oficialmente as comemorações do seu 141.º aniversário, no passado sábado (dia 10), com uma cerimónia que começou com o hastear das bandeiras na sede da instituição, na Rua Formosa, e que incluiu uma sessão solene no bonito Palácio do Bolhão, a escassos metros do futuro edifício-sede d’A Beneficência. Luís Alberto Silva, presidente do Conselho de Administração da União das Mutualidades Portuguesas, esteve presente no evento e realçou a história e a atividade d’A Beneficência Familiar.

Carlos Jorge Silva, presidente da Direção d’A Beneficência, foi o anfitrião de uma sessão solene que começou com uma sui generis demonstração artística da Academia Contemporânea do Espetáculo (ACE), responsável pela dinamização do Teatro do Bolhão.
A cerimónia, que contou com dirigentes de outras Associações Mutualistas e com representantes de entidades oficiais, como o vereador da Câmara Municipal do Porto, Fernando Paulo, prosseguiu com a visualização de um vídeo de 14 minutos sobre a evolução histórica d’A Beneficência Familiar e da própria cidade do Porto ao longo das últimas 14 décadas. Seguiu-se uma homenagem aos 14 associados mais antigos d’A Beneficência, todos eles com mais de nove décadas de vida, e ao associado mais jovem, com apenas 2 anos de idade.

 

Novo edifício-sede

O projeto do novo edifício-sede d’A Beneficência, orçado em quase 5 milhões euros, também foi publicamente apresentado nesta sessão, num vídeo que permitiu desvendar um espaço moderno e multifuncional, próximo da atual sede e pensado para servir os 50 mil associados da instituição.

A Beneficência Familiar também assinou formalmente um acordo de cooperação com a Academia Contemporânea do Espetáculo, que permitirá aos seus associados terem pelo menos 40 por cento de desconto nos espetáculos da companhia.

Luís Alberto Silva, presidente do CA da UMP, ofereceu ao presidente da Direção d’A Beneficência uma garrafa de Vinho do Porto especialmente produzida para a União das Mutualidades Portuguesas por altura do XII Congresso Nacional do Mutualismo.

“É particularmente significativa a homenagem que A Beneficência fez hoje aos seus Associados mais antigos e ao seu Associado mais jovem, como se a riqueza e o legado do passado fossem a melhor ponte para um futuro feito de crescimento, de renovação e de sucesso”, referiu Luís Alberto Silva. “Esta ponte entre o passado e o futuro leva-me a destacar aqui a atuação e a dedicação do atual presidente da Direção, o Dr. Carlos Jorge, e também o trabalho feito ao longo de décadas pelo seu antecessor, o Sr. António Reis, cuja amizade e exemplo de vida muito prezo e que foi inclusive meu colega no Conselho de Administração da UMP.
“Seria, talvez, mais cómodo que as Associações Mutualistas vivessem dos louros de um passado incomparável, agarradas unicamente à história de um modelo, o modelo mutualista, que nasceu no nosso país há mais de 720 anos.
“Mas é também uma lei fundamental da Natureza que os organismos se renovem para não morrerem. Os diferentes projetos em curso n’A Beneficência Familiar, culminados pela construção de um novo e multifuncional edifício-sede, são a prova de que a instituição está atenta às exigências e às necessidades da sociedade moderna, uma sociedade que, permitam-me a afirmação, precisa, mais do que nunca, do modelo social e económico defendido pelo Mutualismo”, afirmou o responsável da UMP.

Depois de uma visita guiada à bela Sala D. Maria II do Palácio do Bolhão, A Beneficência Familiar serviu um Porto de Honra às dezenas de convidados da cerimónia.

 

 

 

CLIQUE AQUI E VEJA MAIS IMAGENS DO 141.º ANIVERSÁRIO D'A BENEFICÊNCIA FAMILIAR.

 

 

 

IMG 4612