Mutualidades querem cooperação mais próxima com autarquias locais

IMG 0645O Secretário de Estado das Autarquias Locais, Carlos Miguel, recebeu, hoje, a União das Mutualidades Portuguesas (UMP), numa audiência em que o Presidente do Conselho de Administração (CA) da UMP, Luís Alberto Silva, lembrou a importância da cooperação entre as autarquias e as Associações Mutualistas, no sentido de promover os serviços mutualistas junto da população e, assim, atribuir mais benefícios.
A UMP considera que as Associações Mutualistas serão uma mais-valia enquanto parceiros das autarquias locais, sendo, por isso, importante que promovam e divulguem as suas modalidades, serviços e atividades junto destas. Por outro lado, importará que as mutualidades sejam consideradas pelas autarquias, aquando a atribuição/distribuição de subsídios, sendo igualmente premente uma maior desburocratização de procedimentos administrativos e um maior envolvimento destas no que concerne à realização de eventos promovidos pelas Associações Mutualistas.
Luís Alberto Silva frisou que deverá haver disponibilidade e sensibilidade das autarquias locais para, conjuntamente com as Associações Mutualistas, avaliar o reaproveitamento ou cedência de espaços desocupados/abandonados com vista colmatar possíveis lacunas e a responder às necessidades emergentes da comunidade, em áreas como a educação, a saúde e a ação social.
“Como bom exemplo do Mutualismo, temos a Associação Mutualista dos Trabalhadores de S. Pedro do Sul e a Associação Mutualista dos Trabalhadores da Câmara de Gondomar, onde grupos de trabalhadores, para fazer face às carências existentes no âmbito da educação, da saúde e ação social, decidiram constituir uma associação, tendo optado pelo mutualismo por ser o movimento que apresentava maior diversidade de modalidades em condições mais vantajosas”, explicou Luís Alberto Silva a propósito do protocolo de cooperação celebrado com a Associação Nacional de Municípios Portugueses.