Jornadas Mutualistas Regionais muito participadas

IMG 0419O primeiro dia das Jornadas Mutualistas Regionais’16, que teve lugar nas instalações do Monte-Pio Artístico Tavirense - Associação de Socorros Mútuos, em Tavira, foi bastante participado, contando com a presença de vários mutualistas da zona do Algarve.

Em Tavira, os mutualistas tiveram a oportunidade de analisar e discutir os problemas que as Mutualidades enfrentam e, conjuntamente, encontrar respostas e soluções para os mesmos, num espaço de partilha de experiências e de estreitamento de laços entre os diferentes participantes.
Este encontro serviu, igualmente, para divulgar os protocolos e parcerias celebrados entre a UMP e outras entidades, bem como para explorar ideias de projetos a alavancar. “Os protocolos estabelecidos procuram encontrar condições mais vantajosas em diferentes áreas de negócio que interessam às Associadas, como, por exemplo, protocolos com empresas especializadas em têxteis para respostas sociais ou ainda marcas de referência para aquisição de equipamentos lúdico-pedagógicos. Por outro lado, procuramos auscultar que outro tipo de protocolos possam ser úteis às Associações Mutualistas”, explicou Carla Silva, da UMP.
Esta não é primeira edição das Jornadas Mutualistas Regionais, que têm procurado, nos últimos anos, apostar em dias de trabalho participado e ativo, onde as Associadas têm oportunidade de apresentar os seus constrangimentos e necessidades e, consequentemente, apontar áreas em que a UMP poderá dar respostas, para levarem a bom porto os seus projetos. “As Jornadas são uma oportunidade para o debate de ideias, projetos e para, igualmente, se perceber como é que as Associadas se podem ajudar mutuamente, porque esse é também o espírito do Mutualismo - «um por todos e todos por um». Por isso, nas Jornadas, procurar-se-á analisar que novos desafios a sociedade impõe às Associações Mutualistas e como se pode capacitar a organização, os dirigentes e os técnicos para responder aos mesmos”, referiu Luís Alberto Silva, presidente do Conselho de Administração da União das Mutualidades Portuguesas.
Estes encontros vão percorrer todo o país, procurando descentralizar a ação da UMP e dar voz às inquietações e aspirações do movimento mutualista.
“Este é um momento muito importante para as Associações Mutualistas, na medida em que será possível a partilha de conhecimentos, experiências e informações e, acima de tudo, será reforçada a importância do Movimento Mutualista, para que este se torne cada vez mais forte e unido. Tem sido uma prática do Conselho de Administração da UMP irmos ao encontro das Associações Mutualistas, pelo que o facto de percorrermos todo o país está ao serviço dessa nossa política, que quer descentralizar a sua ação e estar cada vez mais perto das suas Associadas”, explicou Luís Alberto Silva.