Candidaturas à medida Converte+ terminam a 31 de dezembro

conversao contratos 570x270

 

Termina a 31 de dezembro o período de candidaturas à medida Converte+, que concede apoio financeiro até 3.050 euros por trabalhador às entidades empregadoras que convertam contratos a prazo em permanentes.

Segundo dados do Ministério do Trabalho, Solidariedade e da Segurança Social, trazidos a público, o Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) recebeu mais de 4.900 pedidos de conversão de contratos de trabalho, de 1.400 entidades empregadoras.

A maioria destes contratos a termo que estas empresas pretendem converter têm uma duração inferior a um ano e metade dos casos respeita a trabalhadores com menos de 35 anos.

De acordo com a mesma fonte, mais de dois terços dos contratos a converter representam salários base superiores ao salário mínimo nacional e em mais de 20 por cento dos casos darão lugar a um aumento da remuneração base dos trabalhadores.